ZTE voltará ao Brasil e iniciará fabricação de celulares em Manaus ainda este ano

«

»

jun 24

ZTE voltará ao Brasil e iniciará fabricação de celulares em Manaus ainda este ano

A chinesa ZTE é uma das maiores fabricantes de smartphones do mundo, ficando entre o quarto e quinto lugar em vendas em várias regiões, de acordo com diversos relatórios internacionais. Como esperado, grande parte destas vendas estão concentradas no mercado chinês, mas a empresa também faz sucesso nos EUA, onde é a segunda marca preferida entre usuários pré-pagos. No entanto, aqui no Brasil, a companhia não trouxe grandes novidades nos últimos meses. A empresa informou ano passado que tinha interesse em retomar a operação com celulares no país, desta vez com foco em produtos mais avançados.

ZTE voltará ao Brasil e iniciará fabricação de celulares em Manaus ainda este ano, ZTE, Android, Smartphones, mercado.ZTE Nubia Z9

De acordo com informações dadas ao site Mobiletime, a ZTE pretende cumprir sua promessa dada em 2014. A chinesa contará com fabricação local em Manaus onde será possível reduzir o custo de produção, além dos impostos aplicados pelo governo, resultando em produtos com preço mais competitivo. Uma parceria foi fechada com a Evadin, que conta atualmente com produção de roteadores portáteis sem fio da ZTE. Neste momento, a empresa chinesa está negociando com redes de varejo e também com as operadoras brasileiras para determinar os preços e como e quando os seus novos lançamentos serão distribuídos no país.

A expectativa é que tudo esteja pronto para o início das vendas no terceiro trimestre do ano. Os produtos iniciais serão voltados para quem busca boas opções de celulares na gama de entrada ou intermediária. Ainda não foi informado quais os modelos que chegarão por aqui, mas espera-se que a ZTE traga no mínimo três novidades ainda em 2015. “Nosso foco são aparelhos com boa performance, mas com preços acessíveis”, diz o executivo Eliandro Ávila, presidente da ZTE Brasil. Smartphones premium ficarão para o ano que vem. “Está difícil vender aparelhos acima de R$ 1 mil neste momento no Brasil”, comentou.

Mesmo com a situação econômica complicada do país, a ZTE acredita que ainda há um bom potencial a ser explorado. “Tem gente que está muito abastecida e precisando queimar estoque. Como novo entrante, vejo como uma excelente oportunidade, porque estamos com fôlego, ao contrário dos outros”, avalia o executivo. Os preços dos produtos ainda não estão definidos, e com a alta do dólar podemos esperar algo não muito agradável. Mas o executivo acredita que até o final do terceiro trimestre a moeda local já deverá ter estabilizado. Sendo assim, a ZTE acredita que no Brasil sejam vendidos até 70 milhões de celulares ainda este ano.

FONTE/AUTOR: Tudocelular

Textos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>