iPhone 4 e Galaxy S II. Cópia ou inspiração?

«

»

ago 11

iPhone 4 e Galaxy S II. Cópia ou inspiração?

Compare os smartphones rivais

Apple e Samsung estão, literalmente, em pé de guerra pelo mercado de smartphones. Desde que a empresa sul-coreana começou a fazer aparelhos que "peitam" os dispositivos da Apple, a companhia de Steve Jobs iniciou uma verdadeira "guerra de patentes" com companhias de tecnologia. Em um das "batalhas", a Apple acusa a Samsung de copiar características do sistema operacional iOS.

smart

4 botões "fixos"
A primeira semelhança entre eles é a posição dos quatro ícones inferiores. Esses botões, inclusive, têm funções semelhantes (a de usar o telefone, por exemplo).

Calculadora
As calculadoras, de modo geral, não são super personalizáveis. Porém, a do iPhone 4 e do Galaxy S II tem algumas características em comum, como a cor parecida do botão "igual".

Método de digitação
Apesar de a interface dos teclados serem muito parecidas, usuários do Galaxy S II e de outros aparelhos com sistema Android têm a opção de usar o Swype , método de digitação em que o usuário desliza os dedos sobre a tecla, e um sistema inteligente sugere a palavra que ele quer digitar.
Usuários do iPhone só tem a opção de ficar "catando milho" no teclado virtual.

Aplicativo para escrever notas
Na hora de escrever notas, as semelhanças ficam por conta do fundo amarelo por padrão e o ícone para adicionar uma nota nova, por exemplo. Porém, o aplicativo no Galaxy S II tem opções como proteção de nota por meio de senha ou até imprimir o arquivo de texto gerado.

Pastas para programas
O iOS da Apple ganhou a opção de organização de aplicativos por pastas em junho de 2010. Já os smarpthones Android tiveram a opção liberada em maio do mesmo ano. Nessa data, o Google anunciou a versão 2.2 do sistema operacional Android.

Pesquisa
Na opção de busca, os smartphones contam com características muito parecidas. Ambos, durante a digitação no campo de pesquisa, mostram resultados referentes a contatos, aplicativos ou termos de busca na web.

Interface de câmera
A semelhança aparece até no método de transição de câmera fotográfica para filmadora. Basta deslizar o dedo sobre o "controle" em qualquer um dos aparelhos, que o botão de fotografar muda para o de filmar.
Para tirar foto, então, o processo é muito parecido, com a diferença que o iPhone "libera" mais espaço para a câmera, enquanto o Galaxy S II dá mais recursos para a configuração da imagem que será clicada.
Nesse quesito, a Samsung merece destaque, pois foi o primeiro concorrente direto do iPhone que incluiu duas câmeras em um smartphone (no caso, o Galaxy S) e, portanto, uma das pioneiras ao incluir a opção de alternância entre a câmera traseira e frontal (e vice-versa).

Organização de SMS como se fosse um chat
Nesta categoria, o grau de "semelhança" só é reduzido pelo design e pelo fato de o iPhone integrar botões para recursos como o Facetime, que permite iniciar uma chamada de videoconferência.

Player de música
Para quem gosta de ouvir música no celular, o iPhone  oferece opções mais simples para organização de conteúdo (artistas, listas, músicas, etc). Porém, a vantagem do tocador de música nativo do Galaxy S II é que, enquanto o usuário navega pelas músicas, ele pode controlar o arquivo que estiver rodando.
O player, propriamente dito, dos sistemas é praticamente igual. Controles como adiantar, retroceder ou acionar o shuffle são bem visíveis.

Calendário
Nesse caso, seria estranho se não fosse parecido, não?! Inclusive, ambos têm a opção de sincronizar os compromissos marcados na agenda com os serviços na nuvem das empresas. O Android com o Google Agenda e o iPhone com o iCloud.

Galeria de fotos
O formato de galeria do Galaxy S II e do iPhone tem características diferentes de "interação" com as imagens. Enquanto a galeria do iPhone preza pela simplicidade, a do smartphone da Samsung permite navegar pelas imagens usando o acelerômetro do aparelho e muda a cor de fundo da galeria, conforme a predominância das fotos mostradas na tela.

Gerenciador de tarefas
Para ver os programas abertos no iPhone , basta o usuário apertar duas vezes botão principal que o sistema mostrará os aplicativos. No Galaxy S II , o processo é parecido (o usuário deve segurar o botão), mas com a vantagem de dar a opção de ver a quantidade de memória RAM que cada programa está usando.

Notificações
No iPhone, o usuário tem as notificações push: ele consegue ver atualizações de aplicativos (novas mensagens ou e-mails, por exemplo) no próprio ícone do aplicativo. Já no Android, existe uma área de notificação que mostra de novas mensagens a programas recém-instalados.

Telas personalizáveis
O iPhone existe desde 2007, mas o conceito de implementação de telas personalizáveis nos smartphones começou com o sistema Android. Neles, geralmente, é possível colocar widgets, atalhos para aplicativos ou pastas que organizam os programas instalados no telefone. O Galaxy S II tem 7 opções de telas para personalização.
No iPhone, as telas servem apenas para colocar ícones e, após congestionar a tela, os programas só são acessíveis pela busca do aparelho.

FONTE/AUTOR; UOL Tecnologia

Textos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>