Nokia e Microsoft desafiam Google e Apple no mercado de celularesçalho

Nokia e Microsoft desafiam Google e Apple no mercado de celularesçalho

As gigantes Nokia e Microsoft resolveram se unir para enfrentar Google e Apple na guerra pelos usuários de smartphones (celulares que navegam na internet).
Com isso, a Nokia praticamente desiste de um sistema operacional próprio para adotar o Windows Phone 7, desenvolvido pela Microsoft.

O anúncio, feito ontem em Londres pelos presidentes das duas companhias, Steve Ballmer (Microsoft) e Stephen Elop (Nokia), foi visto por analistas como uma tentativa quase desesperada da Nokia de se manter líder no mercado de celulares.

A empresa detinha 36,6% das vendas de aparelhos em 2009, participação que caiu para 27,1% no final de 2010.

Ela tem enfrentado forte concorrência dos baratos produtos chineses (telefones comuns, que não acessam a internet) e também de smartphones como o iPhone.

"A Nokia está num momento crítico, no qual as mudanças são necessárias e inevitáveis", afirmou Elop, que deixou a Microsoft no ano passado para presidir a empresa finlandesa.

Como resultado da operação, alguns setores de desenvolvimento da Nokia serão reduzidos e haverá demissões. A empresa tem hoje 132 mil empregados.

A Microsoft, por sua vez, ainda lidera o mercado de desktops e laptops, mas precisa ampliar sua participação no mundo dos smartphones porque a previsão é que ainda neste ano haja mais acessos à web por celulares do que por computadores.

A empresa lançou o Windows Phone 7 em 2010, mas o produto não conseguiu conquistar muitos consumidores –tem só 2% do mercado.

A Nokia afirma que continuará a vender telefones com o Symbian, seu próprio sistema operacional, e a desenvolver o MeeGo, em parceria com a Intel. Mas afirma que dará prioridade total ao produto da Microsoft.

FONTE/AUTOR: VAGUINALDO MARINHEIRO para FOLHA OnLine

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.