Recall de chips: falha faz Intel perder US$ 300 milhões

«

»

fev 03

Recall de chips: falha faz Intel perder US$ 300 milhões

Problema de projeto poderia afetar o serial-ATA, ou SATA, e degradar as portas de chip ao longo do tempo

A Intel encontrou uma falha de desenvolvimento do chip que suporta os processadores de segunda geração Core. A empresa diz que ao arrumar o problema suas receitas cairão cerca de US$ 300 milhões no primeiro trimestre.

A fabricante informou na segunda-feira (31/01) que parou de enviar os chipsets da série defeituosa, a Cougar Point. A ferramenta suporta os novos processadores Intel Core, com o nome Sandy Bridge, que a Intel lançou no início deste mês.

O problema de projeto poderia afetar o serial-ATA, ou SATA, e degradar as portas de chip ao longo do tempo. Tal cenário prejudica o desempenho de discos rígidos e drives de DVD em um PC.

A empresa começou a distribuição do Cougar Point no dia 9 de janeiro e afirmou que apenas as pessoas que compraram sistemas que executam o Core i5 ou Core i7 foram afetadas.

A Intel planeja começar a entregar as versões corrigidas para os fabricantes de computadores e placas-mãe no final de fevereiro e espera que "a recuperação do volume total", em abril.

Substituições necessárias

"Para os fabricantes de computadores e outros clientes da Intel que compraram chips potencialmente afetados, a companhia trabalhará com o seu OEM (sigla em inglês para equipamento originalmente manufaturado) para providenciar o retorno dos chips afetados, e fará planos para apoiar as modificações ou substituições necessárias em placas-mãe ou sistemas", disse a companhia em um comunicado oficial.

O recall deverá reduzir a receita no primeiro trimestre em cerca de US$ 300 milhões. A previsão de receita para o ano não deverá ser afetada. A margem bruta no primeiro trimestre vai cair 2% em relação as estimativas anteriores e ficará em 61%. Para todo o ano, a margem bruta será de 1% a menos, ou 63% no total.

Embora o impacto sobre a receita seja pequeno, a companhia poderá se ver obrigada a trabalhar mais para convencer os fabricantes de computadores que a falha foi um acaso e que a empresa pode ser confiável ao adicionar uma quantidade crescente de funcionalidades em seus chips, afirmou Greg Richardson, analista da Technology Business Research, em entrevista para a InformationWeek EUA. Esta estratégia da Intel é refletida na compra recente da empresa de segurança McAfee e no negócio de wireless com a Infineon Technologies.

FONTE/AUTOR: por Antone Gonsalves para InformationWeek EUA

Textos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>