Cisco anuncia roteador ‘mais rápido do mercado’

«

»

mar 11

Cisco anuncia roteador ‘mais rápido do mercado’

CRS-3 suporta 12 vezes mais tráfego de dados que outros e poderia ‘entregar todos os filmes já feitos em quatro minutos’

A Cisco Systems lançou nesta terça-feira (9) o roteador CRS-3, capaz de suportar um volume de tráfego de internet 12 vezes maior do que o produto concorrente já disponível no mercado.
O equipamento – que, nas palavras da maior fabricante mundial de equipamentos de rede, vai “mudar para sempre a internet e seu impacto em consumidores, empresas e governo” – foi apresentado mundialmente como uma base para a nova geração da internet.
Segundo o diretor-executivo da Cisco, John Chambers, o CRS-3 poderá ajudar a potencializar serviços como de vídeo, aparelhos móveis e computação em nuvem. “O vídeo dá vida à internet e a maioria dos dispositivos que surgirão na rede vai evoluir rapidamente para vídeo”, aposta o executivo.
O novo roteador da Cisco entrega 322 terabits por segundo, mais de três vezes a capacidade do modelo antecessor, o CRS-1.
“Isso permite que a biblioteca do Congresso dos EUA seja baixada em pouco mais segundo, ou que cada homem, mulher e criança na China [país com o maior número de internautas do mundo] faça videochamadas simultaneamente, ou que todos os filmes do mundo sejam transmitidos em quatro minutos”, comparou Pankaj Patel, vice-presidente sênior de fornecimento de serviços da Cisco, durante a apresentação do equipamento.
De acordo com a companhia, a AT&T – maior empresa de telecomunicações dos EUA – já está testando o novo roteador. A previsão da empresa é de que o equipamento esteja disponível no mercado mundial no terceiro trimestre de 2010. No Brasil, já há interesse por parte de operadoras, de acordo com os executivos da empresa.
Para Rodrigo Abreu, presidente da Cisco no Brasil, a velocidade permitida pelo CRS-3 deve ser alcançada no Brasil em três ou quatro anos. “O CRS-3 é o roteador mais potente já lançado”, disse.
Abreu ressaltou ainda a a importância de se criar uma base consistente para a transmissão de vídeos na internet. “Até 2014, o vídeo vai representar 90% do tráfego de internet no mundo. Hoje, ele é responsável por cerca de 30%. O CRS-3 é projetado para essa expansão”, explica o executivo.
FONTE/AUTOR: G1 e Reuters

CRS-3 suporta 12 vezes mais tráfego de dados que outros e poderia ‘entregar todos os filmes já feitos em quatro minutos’
A Cisco Systems lançou nesta terça-feira (9) o roteador CRS-3, capaz de suportar um volume de tráfego de internet 12 vezes maior do que o produto concorrente já disponível no mercado.O equipamento – que, nas palavras da maior fabricante mundial de equipamentos de rede, vai “mudar para sempre a internet e seu impacto em consumidores, empresas e governo” – foi apresentado mundialmente como uma base para a nova geração da internet.Segundo o diretor-executivo da Cisco, John Chambers, o CRS-3 poderá ajudar a potencializar serviços como de vídeo, aparelhos móveis e computação em nuvem. “O vídeo dá vida à internet e a maioria dos dispositivos que surgirão na rede vai evoluir rapidamente para vídeo”, aposta o executivo.O novo roteador da Cisco entrega 322 terabits por segundo, mais de três vezes a capacidade do modelo antecessor, o CRS-1.“Isso permite que a biblioteca do Congresso dos EUA seja baixada em pouco mais segundo, ou que cada homem, mulher e criança na China [país com o maior número de internautas do mundo] faça videochamadas simultaneamente, ou que todos os filmes do mundo sejam transmitidos em quatro minutos”, comparou Pankaj Patel, vice-presidente sênior de fornecimento de serviços da Cisco, durante a apresentação do equipamento.De acordo com a companhia, a AT&T – maior empresa de telecomunicações dos EUA – já está testando o novo roteador. A previsão da empresa é de que o equipamento esteja disponível no mercado mundial no terceiro trimestre de 2010. No Brasil, já há interesse por parte de operadoras, de acordo com os executivos da empresa.Para Rodrigo Abreu, presidente da Cisco no Brasil, a velocidade permitida pelo CRS-3 deve ser alcançada no Brasil em três ou quatro anos. “O CRS-3 é o roteador mais potente já lançado”, disse.Abreu ressaltou ainda a a importância de se criar uma base consistente para a transmissão de vídeos na internet. “Até 2014, o vídeo vai representar 90% do tráfego de internet no mundo. Hoje, ele é responsável por cerca de 30%. O CRS-3 é projetado para essa expansão”, explica o executivo.

FONTE/AUTOR: G1 e Reuters

Textos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>