Preço cai e vendas de smartphones quase triplicam no Brasil »

«

»

mar 02

Preço cai e vendas de smartphones quase triplicam no Brasil

Um levantamento da Nielsen indica que as vendas de smartphones no varejo brasileiro aumentaram 179% em 2011. O crescimento é muito maior que o do mercado mundial, onde as vendas de smartphones cresceram 61% em 2011, segundo as estimativas da IDC. Uma consequência desse crescimento é que a parcela correspondente aos smartphones no total de celulares vendidos no varejo brasileiro mais que dobrou, de 3,4% em 2010 para 7,5% no ano passado. 

Preço cai e vendas de smartphones quase triplicam no Brasil, Smartphones, Mercado, Android, Symbian, Nokia, Windows Phone, iOS, Blackberry 

Entre os fatores que impulsionaram a venda dos celulares inteligentes no Brasil está uma queda de 33% no preço médio, aponta o estudo. Thiago Moreira, diretor de Telecom da Nielsen Brasil, diz que, em 2011, houve maior oferta de planos de telefonia pós-pagos atrelados a vendas subsidiadas de smartphones.

O subsídio é uma das principais razões para a redução do preço médio. Segundo a Nielsen, 23% dos aparelhos vendidos em 2011 foram ativados com planos pós-pagos. Outra razão, mais óbvia, é o aumento da oferta de aparelhos mais baratos, geralmente baseados no Android.

Android sobe, Nokia cai
Como a aconteceu em outros países, o sistema operacional do Google foi o que mais se expandiu no Brasil, assumindo a liderança do mercado. Sua participação aumentou de 16% para 61%. Se o Android subiu, quem caiu foi o Symbian. A plataforma da Nokia estava presente em 60% dos smartphones vendidos no Brasil em 2010. No ano passado, sua participação se reduziu a 19%, ainda em segundo lugar.

Em terceiro, vem o Windows, da Microsoft, com 9,7%. O quarto colocado é o iOS, da Apple, com 5,5%, e o quinto é o BlackBerry, com 2,7%. Esses percentuais são diferentes dos observados no mercado mundial, onde o iOS ocupa o segundo lugar, como mostram os dados do Gartner Group e de outras empresas.

Thiago Moreira prevê que o crescimento de três dígitos deve se repetir neste ano. “Há vários fatores que continuam impulsionando as vendas. As operadoras estão aumentando a oferta de planos de dados, inclusive pré-pagos. Mais consumidores estão descobrindo os smartphones e os benefícios que eles trazem. E ainda haverá mais aparelhos baratos. No mercado brasileiro, como em toda a América Latina, o preço é um fator decisivo”, diz ele.

FONTE/AUTOR: Exame

Textos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>