Google deixará de direcionar usuários chineses para site de Hong Kong

Google deixará de direcionar usuários chineses para site de Hong Kong

Licença do Google para operar no país termina nesta quarta-feira (30).
Mudança de estratégia tenta manter empresa no país.

O Google anunciou nesta segunda-feira (28) que mudará de estratégia na China, deixando de redirecionar seus internautas para o site de Hong Kong, como vinha fazendo desde o início do ano para "driblar" a censura de Pequim.

Na ocasião, a decisão foi reforçada em virtude de a China alegar que poderia sofrer um ataque cibernético da companhia americana, passando a impor uma série de filtros aos usuários chineses do site de buscas. A mudança repentina na estratégia do Google deve-se à advertência da China que ameaçou cassar a licença da empresa em seu país, classificando a estratégia como "inaceitável". A licença do Google para operar no país termina nesta quarta-feira (30).

Em resposta à ameaça chinesa feita nesta segunda, o Google disse que em poucos dias terminará com o redirecionamento dos serviços. Em vez disso, quem visitar o site Google.cn poderá clicar num ícone que o levará a uma nova versão do Google.com.hk. No novo site, o usuário terá acesso a alguns serviços como busca de produtos e tradutor, os quais estão livres de censura.

O Google espera que com as alterações sua licença para operar no país seja renovada. "As mudanças estão em sintonia com o governo chinês e esperamos que nossa licença seja renovada", disse David Drummond, Chefe do escritório legal do Google. Apesar disso, a China não confirmou se aceitará a mudança. As informações são da Dow Jones.

FONTE/AUTOR: Agência Estado

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.